Inovações

MOSAICOS E FILETES PRÓPRIOS CONFEREM CARÁTER ÚNICO AOS INSTRUMENTOS

A fabricação de mosaicos começa com a escolha e preparação de madeiras estáveis e sadias. As cores naturais tendem a ter maior durabilidade, sendo menos sujeitas ao descolorimento quando comparadas às pigmentadas artificialmente.

 As madeiras utilizadas:
 VERMELHO - Pau Brasil  ,
 PRETO - Jacarandá,
 ROSA - Balsamo,
 AMARELO- Pau Marfim





Mosaico para violões e violas


Montagem do mosaico- Colagem em torno de cilindro de referência


Corte dos mosaicos feito no torno com serra circular.




Mosaico aplicado sobre o tampo antes da montagem no instrumento.


Mosaico para Bandolins e Cavaquinhos




Filetes para adorno das laterais







Tiras adornadas para acabamento nos cavaletes



TARRAXAS ROLAMENTADAS

Depois de aprimorar os instrumentos acusticamente, o conforto e a facilidade de tarraxas rolamentadas trará mais precisão na hora da afinação. Os rolamentos instalados nas extremidades dos eixos reduzem praticamente a zero o atrito com a parte interna da cravelheira, propiciando suavidade e precisão.

Tarraxas para cello com redução mecânica e pino de latão. Eliminam a necessidade de micro-afinadores.

Tarraxa para Baixo acústico com eixo de madeira


Tarraxas para violão clássico, rolamentedas.




NOVOS MATERIAIS 


A Fibra de Carbono tem sido experimentada em estruturas e peças, apresentando alta resistência e leveza como as características mais importantes. No violão "CRESCENTE" a fibra é usada em combinação com madeira na estrutura em "X" do tampo.



Tampo para violão acústico em fibra de carbono.



Violão semi-acústico totalmente em fibra de carbono.




Uma novidade interessante disponível é a regulagem instantânea de ação, que age no ângulo de fixação do braço, atuando sobre todas as cordas simultaneamente.



A fibra de carbono é usada para o estandarte do Baixo acústico também.







Uma viola especialmente projetada para atender às necessidades do "Pereira da Viola", (batizada pelo próprio como ASTRONOMICA) conta com vários itens de tecnologia, nunca antes vistos na viola de 10 cordas. Comprimento total reduzido pelo fato de ser sem cabeça  (headless)  usa tarraxas compactas que afinam por tração e não enrolando as cordas como tradicionalmente. O sistema de captação RMC com recurso MIDI pode ativar sintetizadores externos, permitindo que sejam produzidos paralelamente o som original do instrumento ou opções sintetizadas. Imbutido no instrumento tambem está um transmissor 2.4 GHZ que permite a conecção ao amplificador sem o uso de cabos. Tambem equipada com um afinador cromático. Tudo isso mais o sistema "crescente" de ajuste instantaneo de altura de cordas que permite a personalização da "ação" através de um unico parafuso.

Viola eletrica, com transmissor FM, afinador cromático e sistema crescente de ajuste de ação.

Bandolim com captação RMC-MIDI e sistema crescente de regulagem de ação instantanea.